fbpx

Informações sobre o poema

Um dia eu vou tirar os cravos que prenderam suas mãos, seus pés: Do medo vou deixar de ser escravo. Vou fazer o que der na telha e com o coração em centelha, Vou tirá-lo daí com muita fé.

Compartilhe agora na sua rede social

Veja outros quadros do pampa e cerrado

Receitas

Poemas

ver Todos os quadros

Entrevistas

Atrações

Veja outros quadros do pampa e cerrado

Receitas

Poemas

Entrevistas

Todos os quadros

Siga o pampa nas redes sociais