fbpx

Informações sobre o poema

Poema Amargo de Glaucus Saraiva por Raul Canal. “Amargo doce que eu sorvo; Num beijo em lábios de prata; Tens o perfume da mata; Molhada pelo sereno…”

Compartilhe agora na sua rede social

Veja outros quadros do pampa e cerrado

Receitas

Poemas

ver Todos os quadros

Entrevistas

Atrações

Veja outros quadros do pampa e cerrado

Receitas

Poemas

Entrevistas

Todos os quadros

Siga o pampa nas redes sociais